XLIF

O que é Xlif ?

Xlif e uma técnica de cirurgia minimamente invasiva da coluna para realização de fusões vertebrais.

O que é uma cirurgia minimamente invasiva de coluna e o que é uma fusão vertebral?

A fusão vertebral é uma técnica que visa aliviar a dor nas costas de pacientes que não obtiveram benefícios após tentar os tratamentos conservadores, ou seja, não cirúrgicos (infiltrações, bloqueios, fisioterapia, etc…) Uma vez que você e seu médico decidiram que para melhorar sua qualidade de vida é necessária uma fusão de sua coluna, você deve saber que existem maneiras diferentes de este procedimento ser realizado.

Seu cirurgião pode indicar técnicas de fusão a partir da parte da frente da coluna vertebral (anterior), da parte de trás da coluna vertebral (posterior), ou algumas das novas abordagens menos invasivas feitas por pequenas incisões. Essas novas técnicas são chamadas de Cirurgia Minimamente Invasiva da Coluna. O objetivo de todas estas técnicas é o mesmo: conseguir uma fusão entre as vértebras, e com isso, diminuir a dor do paciente utilizando pequenas incisões.

O método mais comum de fusão espinhal envolve a cirurgia na parte posterior da coluna onde fazemos uma incisão na parte de trás da coluna do paciente. Normalmente, nesse procedimento posterior temos que entrar no canal medular o que produz mais lesões neurológicas. O processo de fusão posterior envolve a colocação de parafusos de metal, barras e enxerto ósseo. Na fusão espinhal anterior (ALIF) a cirurgia é realizada através de uma incisão no abdômen. Após a remoção do disco degenerado, um espaçador vertebral com enxerto ósseo é colocado entre as vértebras promovendo a fusão.

A cirurgia minimamente invasiva da coluna foi desenvolvida para melhorar os resultados destas cirurgias de fusão tradicionais, até então feitas via posterior ou anterior. Apesar de trazer resultados satisfatórios em muitos casos, elas são bastante agressivas e produzem limitações da movimentação do paciente após a cirurgia devido as lesões musculares e ósseas que a técnica produz .

XLIF – Os procedimentos de fusão mini invasivos de coluna utilizam incisões menores e causam menos trauma aos tecidos vizinhos. Isto resulta em uma recuperação mais rápida para o paciente. Uma dessas técnicas é um procedimento conhecido como fusão intersomática extremo-lateral lombar (XLIF).

Durante o procedimento XLIF a coluna é abordada a partir da lateral do paciente, através de uma pequena incisão na pele. Esta incisão tem entre 5 a 7 cm em média. A cirurgia é realizada através de um músculo que fica ao lado da coluna lombar, conhecida como o músculo “psoas”.
Com o procedimento XLIF, aproximadamente 2 / 3 do disco danificado podem ser removidos com segurança. Depois que o disco for removido, um disco artificial é colocado entre as vértebras, permitindo o crescimento ósseo (fusão) entre estas duas vértebras.

Um benefício especial da abordagem XLIF é que dá ao cirurgião o acesso à coluna através do lado do corpo, evitando assim os principais grupos musculares nas costas, e os principais órgãos e vasos sanguíneos do abdomen.

 

 

QUANTO TEMPO LEVA O PROCEDIMENTO?

Um procedimento de XLIF em único nível pode ser realizada normalmente em cerca de uma hora. A maioria dos pacientes permanece no hospital por 24 horas após o procedimento, e não necessitam de uma cinta. Ocasionalmente, uma leve fraqueza pode ser notado ao levantar a perna após a cirurgia. Esta fraqueza do músculo psoas deve voltar ao normal logo depois da cirurgia.
As cirurgias de fusão ALIF E PLIF costumam levar um período de tempo significativamente maior.

 

NEM TODO MUNDO É UM CANDIDATO A ESTA CIRURGIA. SE OS DEMAIS TRATAMENTOS CONSERVADORES (NÃO-CIRURGICOS) FALHARAM, CONSULTE SEU MÉDICO E VEJA SE VOCE PODE SE BENEFICIAR DESTA TÉCNICA.

Existem alguns casos específicos em que o procedimento XLIF não é indicado. Estes exemplos incluem: algumas deformidades com rotação significativa, espondilolistese de alta qualidade, e cicatrizes retroperitoneal bilateral (de um abcesso prévia ou cirurgia abdominal). Cada paciente deve ser tratado individualmente. Como em qualquer cirurgia, discuta com seu médico sobre a soluçao mais adequada à sua condição de saúde.

 

 

VANTAGENS DO XLIF – cirurgia mini invasiva de coluna

Usando aparelhos como endoscópios (vídeos), retratores especiais e tubos o cirurgião pode, através de pequenas incisões, realizar com excelentes resultados uma cirurgia antigamente feita com grandes incisões abertas. Isto traz muitas vantagens* ao paciente:

– menor índice de lesões neurológicas

– menos risco de infecção

– menor taxa de complicação e uso da UTI

– menos sangramento durante a cirurgia

– menor lesão tecidual

– menor dor pós-operatória

– menos dias de internação

– cicatrizes reduzidas

– recuperação pós-operatória mais rápida

*quando comparadas as cirurgia de fusão convencional.

 

 

O QUE PODE SER TRATADO ATRAVÉS DO XLIF – cirurgia mini invasiva de coluna

Várias patologias podem ser tratadas através do XLIF. Veja aqui algumas delas e converse com seu médico a respeito de outras doenças de coluna que podem se utilizar dos benefícios do XLIF.

Hérnia de disco recorrente

Discopatia degenerativa

Escoliose degenerativa

Instabilidade da coluna

Espondilolistese / espondilolose dolorosa

Pacientes com fusões posteriores sem resultado satisfatório

Pseudoartrose

 

Recuperação
Umas das grandes vantagens da cirurgia mini invasiva XLIF é a recuperação. Na maioria dos casos é rápida e com pouca dor. A duração do tempo que o paciente precisa permanecer no hospital após a cirurgia varia de acordo com cada indivíduo. Muitos são capazes de ir para casa em um ou dois dias após a cirurgia.

Alguns pacientes notam uma diferença nos sintomas pré-operatórios (por ex: dor na perna), imediatamente após a cirurgia. Em outros, os sintomas pré-operatórios desaparecem gradualmente. Após a cirurgia é esperado que o local da incisão fique dolorido. Porém, esta dor é facilmente controlada com medicação oral prescrita na alta hospitalar. Como a cirurgia não corta músculos, mas apenas os afasta, muitos pacientes são capazes de se levantar e caminhar em algumas horas após a realizacao do procedimento.

O tempo total médio de permanência no hospital após a cirurgia depende do número de níveis vertebrais que foram fusionados. Alguns pacientes são capazes de passar por um processo de XLIF em ambulatório, enquanto outros requerem uma estadia de alguns dias ou uma semana no hospital.
De qualquer maneira o tempo de recuperação total é relativamente curto, e a maioria dos pacientes são capazes de retornar às suas atividades normais poucos meses após a cirurgia.

 

 

 

 

 

 

Author:

Share This Post On