Falha na cirurgia de coluna – Operei e ainda estou com dor – O que deu errado?

Usamos o termo “FALHA NA CIRURGIA” para descrever a condição de pacientes que não tiveram um bom resultado com a cirurgia de coluna vertebral e apresentam dor contínua após a cirurgia. A maioria  dos pacientes acha que não funcionou mas na verdade aconteceram alterações que podem ser a origem das dores. Apesar de todos os cuidados e precauções, há alguma razões que explicam esta situação.

Vamos falar aqui sobre as falhas mais comuns e como podemos evitá-las. Se não tivermos os  problemas descritos abaixo teremos bons resultados. Veja:

 

LESÃO DOS NERVOS

Ocorre pela manipulação dos nervos nas cirurgias posteriores podendo levar a perda de movimentação dos braços e pernas com dores de dores crônicas chamadas neuropáticas. 

 

FIBROSE DOS NERVOS

Ocorre durante a cicatrização da cirurgia em que  houve manipulação dos nervos para realização da cirurgia.Esta manipulação acontece mais comumente nas cirurgias posteriores, sejam abertas ou mini-invasivas. 

 

FIBROSE DA MUSCULATURA POSTERIOR (MUSCLE DAMAGE SYNDROME)

Ocorre nas cirurgias posteriores onde ha descolamento da musculatura da coluna produzindo lesão deste músculo e intensa fibrose durante a cicatrização. Esta lesão produz dor cronica e disfunção da musculatura posterior.

 

PSEUDOARTROSES (Que é a não formação de osso)

Nas artrodeses a Pseudoartrose  é a não formação óssea suficiente para estabilização do segmento operado. Fazemos uma artrodese visando a redução do movimento indesejado da coluna(instabilidade). Esta produz uma fusão óssea entre duas ou mais vértebras reduzindo a movimentação. Se esta massa óssea não se forma a coluna permanece com excesso de movimento indesejado que produz dor.

 

NÃO INCLUSÃO DE  TODOS OS NÍVEIS  DOENTES.

A inclusão de todos os níveis doentes é importante pois se níveis doentes não forem tratados, o paciente permanece com as dores depois da cirurgia e uma nova cirurgia será necessária.

 

DORES PROVENIENTES DE OUTRAS FONTES.

Alguns pacientes tem dores em lugares próximos a coluna, que se confundem com as dores originais. Por exemplo a articulação sacroilíaca, que produz dores que podem ser irradiadas e a  fibromialgia que produz dores musculares que podem mimetizar as dores na coluna.

 

É possível evitar estas lesões?  

Nas artrodeses a utilização das cirurgias feitas pelo lado (acesso lateral Xlif /Llif) e das cirurgias feitas pela frente (acesso anterior ALIF),poderemos evitar as lesões dos nervos e músculos. Isto acontece porque no acesso lateral e no acesso anterior não manipulamos a parte posterior da coluna preservando nervos e músculos. Nas cirurgias de hérnia de disco  por exemplo, poderemos usar técnicas endoscópicas transforaminais que evitam a abertura do canal como tradicionalmente fazemos nas técnicas abertas.Desta maneira podemos evitar a lesão dos nervos e a fibrose das cirurgias abertas.

A pseudoartrose por sua vez deve ser combatida com a utilização de enxerto ósseo próprio do paciente e também pelo aumento da área cruenta de fusão que acontece quando fazemos a cirurgia pelo acesso lateral e pelo acesso anterior. A não inclusão de níveis previamente doentes, em  uma cirurgia, pode ser evitada com uma avaliação estreita do caso em questão, descobrindo quantos níveis devem ser tratados previamente.

 

Nós somos mini-invasivos na Clínica Refort.

Menor agressividade cirúrgica em benefício de nossos pacientes. 

Artigos relacionados

Dr. Juliano Lhamby é ortopedista especializado em Cirurgia de Coluna Minimamente Invasiva. Por dois anos realizou treinamento nos EUA no tratamento das doenças da coluna.
Leia Mais
Em breve!
Leia Mais

REDE CREDENCIADA

Loading map...

Loading

Tel: (11) 3501-3196

Dúvidas, sugestões, entre em contato com o formulário