Comparando técnicas de cirurgia de coluna

Artrodese - Discectomia

Dr. Juliano - Cirurgião  de Coluna Minimamente Invasiva

Cirurgia Mini-Invasiva ou Convencional?

Entenda as principais diferenças entre as técnicas mais usadas em cirurgia de coluna.

  • Cirurgia na coluna lesões nos músculos

    Lesões nos músculos

    Cirurgia Mini-Invasiva da Coluna: realizada através de pequenas incisões, preserva os músculos que estabilizam a coluna. Não produz grande fibrose.

    X

    Cirurgia Convencional da Coluna: produz grande fibrose nos músculos da coluna deixando-os inativos e dolorosos.

    Read More
  • Cirurgia na coluna lesoes nos nervos

    Lesões nos nervos

    Cirurgia Mini-Invasiva da Coluna: a manipulação mínima dos nervos reduz a produção de fibrose e, por consequência, da aracnoidite.

    X

    Cirurgia Convencional da Coluna: a manipulação aberta dos nervos produz uma fibrose que leva a aracnoidite. Esta traz lesões dolorosas irreversíveis.

    Read More
  • Cirurgia na coluna lesões nos nervos

    Lesões nos nervos

    Cirurgia Mini-Invasiva da Coluna: manipulação é mínima evitando lesões nos nervos.

    X

    Cirurgia Convencional da Coluna: a manipulação dos nervos produz lesões neurológicas que causam perda de movimentação e de sensibilidade dos membros.

    Read More
  • Durante a cirurgia da coluna

    Durante a cirurgia

    Cirurgia Mini-Invasiva da Coluna: cicatrizes reduzidas pois os cortes são de aproximadamente 4cm. Menor agressividade aos tecidos reduz o sangramento e diminui necessidade de transfusão de sangue.

    X

    Cirurgia Convencional da Coluna: cicatriz esteticamente comprometida. Há maior sangramento, aumentando as chances da necessidade de transfusão

    Read More
  • Pós cirurgia da coluna

    Pós-cirúrgico

    Cirurgia Mini-Invasiva da Coluna: menos dor na recuperação, já que a agressão aos tecidos é menor. Tempo de internação reduzido e mais rápido retorno as atividades de rotina.

    X

    Cirurgia Convencional da Coluna: tempo de recuperação prolongado e com mais limitações devido a agressividade da técnica. Necessidade de mais dias de internação hospitalar

    Read More
  • Mídias sociais e dores na coluna

    Redes Sociais e as doenças da coluna

    Redes sociais não são fóruns de discussão sobre sua doença.

    Não permita que leigos opinem sobre seus exames, diagnósticos ou procedimentos.

    As experiências dos outros, boas ou ruins, não servem para o seu caso.

    Anote todas suas dúvidas e converse com um profissional. caso não se sinta seguro procure outras opiniões médicas.

    Read More
  • 1

Preciso operar a coluna e agora?

  • Escolhendo o médico

    escolhendo medico

     

    Verifique se o seu médico fez especialização em cirurgia de coluna.

    Esta é feita após a residência de ortopedia ou neurocirurgia e deve ter período mínimo de um ano para ser aceita pela sociedade brasileira de coluna.

    É importante que ele seja membro da sociedade brasileira de coluna. Esta é a entidade que regulamenta os cirurgiões de coluna. O responsável pelo seu tratamento, mesmo ao fazer procedimentos de menor porte como bloqueios de dor ou infiltrações, deve ser um cirurgião de coluna. somente um profissional com esta titulação está treinado para resolver possíveis complicações.

    Read More
  • Se for necessário "segunda opinião"

    procedimento coluna 07

     

    Tem sido comum o pedido de “segunda opinião” solicitada pelos convênios. os mesmos cuidados com a especialidade do médico devem ser adotados.

    Além de ser imparcial, o seu médico de segunda opinião deve também ser um cirurgião de coluna.

    É seu direito exigir isto do plano de saúde e não aceitar que um especialista de outra área decida sua cirurgia. Além de não ter o conhecimento técnico necessário ele pode defender o interesse do próprio convênio. É importante lembrar que o médico de segunda opinião deve seguir as diretrizes éticas do conselho regional de medicina.

    Read More
  • Escolhendo a melhor técnica

     

    procedimento coluna 03b

    Definir o método cirúrgico a ser adotado é uma decisão que cabe exclusivamente a você e seu médico. Discuta com ele e tire todas as suas dúvidas.

    Existem as técnicas cirúrgicas convencionais, chamadas de “abertas”, com grandes cortes e lesões bastante traumáticas e as técnicas chamadas minimamente invasivas, que são menos agressivas.

    Tendo como característica e objetivo a preservação das estruturas mais nobres da coluna a cirurgia minimamente invasiva tem a capacidade de reduzir o tamanho das lesões dos nervos e músculos e também a incidência de fibrose pós-operatória. Isto acontece porque o cirurgião trabalha através de pequenos tubos guiados por imagens reduzinda a manipulação destas estruturas mais delicadas. A taxa de infecção também é reduzida, assim como o sangramento durante o procedimento e a dor pós-operatória.

    Read More
  • Quem pode fazer?

    Em princípio é indicada a todos os pacientes com dores crônicas na coluna, irradiadas ou não para os membros e que não melhoram com a fisioterapia. as doenças que podem ser tratadas, seja na coluna cervical, toracica ou lombar são:

     

    Hérnia de disco - Degeneracao discal - Estenose de canal - Espondilolistese - Escolioses - Deformidades - Fraturas por osteoperose

    Pacientes na melhor idade e obesos também são grandes beneficiados justamente pelo fato da técnica ser menos agressiva.

     

    Estudos de instituições médicas confiáveis* confirmam as vantagens da cirurgia mini-invasiva. É uma técnica moderna e segura que reduz significativamente a lesão nos nervos, e tão efetiva quanto as antigas e agressivas artrodeses abertas. Não deixe de discutir com seu médico sobre estas novas tecnologias antes de realizar qualquer procedimento na coluna.

    procedimento coluna 11
    procedimento coluna 12
    procedimento coluna 13
    Read More
  • 1